Novidades
Conheça a nova cria de Golfinho-roaz
06 de maio de 2018

O Jardim Zoológico apresenta o seu mais recente habitante - uma cria de Golfinho-roaz (Tursiops truncatus) macho.

O segundo filho de Vicky, uma fêmea de Golfinho-roaz, que chegou ao Zoo no âmbito do Programa Europeu de Reprodução, nasceu na manhã do dia 15 de novembro de 2017, na maternidade do Centro de Vida Marinha do Jardim Zoológico. O olhar atento dos treinadores, nas observações diárias e nas imagens captadas pela câmara de filmar colocada na instalação acompanha esta cria desde o seu nascimento.



Com apenas duas horas de vida mamou pela primeira vez, tendo ultrapassado com distinção um dos primeiros desafios de um recém-nascido da sua espécie: respirar e mamar enquanto nada. Independente e comunicativo, o pequeno golfinho fascina os seus treinadores diariamente, encontra novas formas de interagir com itens de enriquecimento ambiental e tenta imitar o comportamento da sua progenitora.

O profissionalismo nos cuidados com mamíferos marinhos do Jardim Zoológico foi reconhecido pela European Association of Aquatic Mammals, juntamente, com a associação internacional Alliance of Marine Mammal Parks and Aquariums.

Para o batismo da cria, o site do Jardim Zoológico disponibiliza a partir de 6 de maio uma votação, sendo propostos os seguintes nomes: Ricky, Anuki e Tory. Pode participar na votação aqui.

Mais informações sobre o Golfinho-roaz:

  • Encontra-se nos mares Negro, Vermelho e Mediterrâneo, e em todos os oceanos, exceto nas águas frias dos pólos.
  • A espécie não está ameaçada mas, no entanto, a poluição e o excesso de detritos nos mares comprometem todos os seres marinhos
  • Os adultos medem entre 1,9m e 3,9m e pesam entre 150 a 600 kg.
  • Não existe dimorfismo sexual evidente. Os machos são por norma maiores e mais pesados do que as fêmeas.
  • Comunica por meio de vocalizações, assobios e estalidos, sendo capaz de utilizá-las para apreenderem as características do meio que o rodeia através de ecolocação.
  • O período de gestação é de aproximadamente 12 meses, nascendo uma única cria.
  • O aprisionamento acidental nas redes de pesca, a poluição e a perturbação humana, têm contribuído para a diminuição da sua população global.
  • Em Portugal, no estuário do Sado, reside uma população de Golfinho-roaz que se encontra ameaçada, para a qual o Jardim Zoológico contribui com um plano de conservação.


Destaques
Festas de Aniversário no Zoo
Apadrinhe o Moonan e ganhe 1 bilhete