Animais


Plantas
Hipopótamo
Hippopotamus amphibius
Ordem: Cetartiodactyla Família: Hippopotamidae
Identificação

A pele quase nua é protegida por uma secreção glandular avermelhada. Os dentes caninos crescem ao longo da vida do animal e podem atingir os 60-80 cm. A colocação no topo da cabeça dos olhos, orelhas e narinas, e os dedos unidos por membranas, são algumas adaptações à vida semiaquática.

Hábitos

Espécie muito territorial e agressiva na defesa do seu território. Passa o dia na água de forma gregária e a noite a pastar plantas herbáceas, de forma solitária. Ao amanhecer, regressa aos rios e podem formar-se grandes agregados de animais, mantendo-se as relações hierárquicas.

Reprodução

A cópula, o parto e a amamentação ocorrem, dentro de água. Cada cria nasce com 30-50 kg de peso, e é amamentada durante 10-12 meses. É comum observar-se fêmeas acompanhadas por 2 a 4 crias de idades diferentes. É frequente em ambos os sexos não haver acasalamento antes dos 13-15 anos de idade.

Distribuição e Habitat

Pastagens associadas a rios, lagos e outros cursos de água.

Conservação

Existe uma correlação positiva entre a presença da espécie e a melhoria da pesca nos rios e lagos africanos. Enfrenta a destruição do habitat e a caça pela carne e marfim. A espécie está incluída no apêndice II da Cites (Convenção sobre o Comércio Internacional de Espécies da Fauna e da Flora Selvagem Ameaçadas de Extinção).



Festas de Aniversário no Zoo
Apadrinhe o Moonan e ganhe 1 bilhete