Oceanos 5.0
O Serviço de Monitorização do Meio Marinho do programa Copernicus disponibilizou a quinta edição do relatório que avalia as alterações registadas no ambiente marinho, com particular destaque para o ano de 2019.

O relatório escrito por 150 especialistas apresenta-se como uma referência para a comunidade científica, decisores políticos e publico em geral. Neste documento, é abordada a forma como o aquecimento dos mares e a poluição resultante das atividades humanas provocam alterações sem precedentes que põem em causa a saúde dos ecossistemas.

Com o aquecimento dos mares verifica-se um decréscimo do gelo na Terra, com consequência direta no aumento do nível da água do mar. Segundo registos, o aumento verificado é de cerca de 3 milímetros por ano e atualmente põe em risco as populações que se estabelecem junto de massas de água. Veneza é um exemplo de uma cidade em risco. Em 2019 registou uma subida quase dois metros do nível de água nos seus canais que provocou a inundação da cidade.

Para além da subida das águas, o documento sublinha ainda outros efeitos resultantes do aquecimento dos oceanos como por exemplo a migração de espécies para águas mais frias. Estas espécies vão ser invasoras deste novo habitat e concorrer com as espécies nativas, podendo resultar um desequilíbrio no ecossistema e consequentemente a extinção de uma delas.

Os fenómenos provocados pelas alterações climáticas vão-se multiplicando e colocando em causa tando o bem-estar humano como a saúde dos ecossistemas marinhos. É urgente agir pela preservação dos ecossistemas e da biodiversidade.

Fonte | LUSA
Foto | Iceberg ©Brocken Inaglory_Wiki Commons
Zoo Imagem
Zoo Imagem

SEO da página actual

Zoo Imagem TAGS: oceanos , 50 ,
DESCRIPTION: O Serviço de Monitorização do Meio Marinho do programa