De “Extinto na Natureza” para “Em Perigo”: Jardim Zoológico dá vida à Natureza!
No ano em que celebra 140 anos de um trabalho diário em prol da conservação de espécies ameaçadas, o Jardim Zoológico oficializa uma conquista histórica: o regresso do Órix-de-cimitarra (Oryx dammah) à natureza. Esta espécie foi declarada como “Extinta na Natureza” pela União Internacional para a Conservação da Natureza (IUCN) em 2000, e sem os esforços de conservação internacionais já estaria extinta em todo o mundo.

O trabalho é complexo e depende de uma rede de instituições e técnicos especializados. No local de reintrodução é necessário identificar e controlar os diferentes fatores de risco como a caça furtiva, a degradação do habitat e a competição com gado doméstico, e garantir as condições que potenciam a sobrevivência dos animais translocados.

A nível das instituições zoológicas que apoiam o esforço de reintrodução, como no caso do Jardim Zoológico, é necessário reunir o conhecimento adquirido ao longo de décadas de maneio da espécie; transmitir conhecimentos e apoiar o desenvolvimento de competências locais; e analisar a população sob cuidados humanos de forma a identificar os indivíduos que permitam alcançar uma descendência saudável, com comportamentos naturais para a espécie e com a maior variabilidade genética possível.

Este esforço é coordenado a nível europeu pela Associação Europeia de Zoos e Aquários (EAZA), que procura estabelecer populações saudáveis e representativas sob cuidados humanos através dos EAZA Ex-situ Programs (EEP). No caso do órix-de-cimitarra, o Jardim Zoológico contribuiu diretamente para o programa de reintrodução na Tunísia, através do estabelecimento de uma população saudável e sustentável sob cuidados humanos, disponibilização de animais geneticamente importantes para reintrodução em caso de falha da população original, e meios financeiros para apoiar as translocações.

O Órix-de-cimitarra é um antílope ruminante, caracterizado pelos seus longos cornos curvados para trás à semelhança de uma cimitarra (espada curva utilizada por povos orientais), e que podem chegar a 1,20 metros de comprimento. Com uma área de distribuição original de estepes semiáridas e desertos do Egipto, Burkina Faso, Líbia, Mali, Mauritânia, Marrocos, entre outros, tem a caça, a perda do habitat e a competição com o gado doméstico como principais causas para a sua extinção.



O trabalho do Jardim Zoológico não seria possível sem o apoio dos parceiros comerciais que acreditam e fazem desta também a sua missão, assim como de todos os que visitam o Zoo e que com o seu bilhete contribuem para o Fundo de Conservação, através do qual é possível levar a cabo esta importante missão de todos.

Visite o Jardim Zoológico e orgulhe-se, com a sua visita está a contribuir ativamente para a conservação das espécies e dos seus habitats.
Zoo Imagem
Zoo Imagem

SEO da página actual

Zoo Imagem TAGS: de , extinto , na , natureza , para , em , perigo , jardim , zoologico , da , vida , a , natureza ,
DESCRIPTION: No ano em que celebra 140 anos de um trabalho diário em pro, , , ,