Não avaliado
Sem dados
Pouco Preocupante
Quase ameaçada
Vulnerável
Em perigo
Criticamente em perigo
Extinta na natureza
Extinta
Serpente-rei-oriental
Lampropeltis getula

As serpentes-rei têm uma aparência muito diversa, como um caleidoscópio de cores e padrões. O nome deriva de incluírem na sua dieta carnívora, outras serpentes e até mesmo algumas serpentes venenosas. A serpente-rei-oriental encontra-se em habitats muito variados dispersos pelos EUA e México, desde florestas e pradarias a desertos e zonas urbanas.

É uma das cerca de 5 subespécies conhecidas de Serpente-rei. Há registo de exemplares com cerca de 2 metros de comprimento. A coloração característica é preta com riscas finas de cor creme/amarelo claro ao longo do dorso, que não completam a secção circular do corpo do animal.  Utiliza o padrão e cor das escamas lisas e brilhantes, para confundir predadores. 

Hábitos

Regula o seu período de atividade conforme a temperatura ambiente, entre diurna, crepuscular ou noturna, podendo hibernar no inverno. Caça por constrição e utiliza o padrão e cor das escamas lisas e brilhantes, para confundir predadores.
 
Tem comportamento calmo e esquivo, mantendo-se sobretudo no solo, debaixo de troncos, vegetação ou qualquer outra cobertura. A maturidade sexual depende do tamanho dos indivíduos. Os recém-nascidos, só saem do ninho, depois de fazerem a primeira muda de pele, cerca de uma semana depois da eclosão dos ovos.

Espécie terrestre, mantendo-se sobretudo no solo, debaixo de troncos, vegetação ou qualquer outra cobertura. Regula o seu período de atividade conforme a temperatura ambiente, entre diurna, crepuscular ou noturna, podendo hibernar no inverno. Não é venenosa e raramente morde. Quando ameaçada, pode enrolar o corpo e vibrar a cauda assemelhando-se a uma cascavel. Caça por constrição, alimenta-se de pequenos mamíferos, aves, lagartos, insetos e ovos, mas também de outras serpentes (até mesmo algumas serpentes venenosas). 

Atividade
Zoo Imagem
Diurna
Vida Social
Zoo Imagem
Solitária
Dieta
Zoo Imagem
Carnívora
Reprodução

Considera-se a época de reprodução de março a agosto. Nesta época os machos competem entre si pelas fêmeas. A fêmea escolhe o local de nidificação, geralmente no interior de tocas abandonadas, troncos ocos ou sob solo húmido. As crias são independentes desde a eclosão, não se verificando cuidados parentais. É uma espécie sedentária, mantendo-se geralmente num território com cerca de 350 m².

Reprodução
Zoo Imagem
Ovípara
Ovos
Zoo Imagem
3-24 ovos
Incubação
Zoo Imagem
50-80 dias
Maturidade Sexual
Zoo Imagem
2-3 anos (fêmea) / 1-4 anos (macho)
Conservação

É das espécies de répteis mais vulgarmente encontradas como animal de estimação. A população desta espécie está estável, podendo haver subpopulações mais reduzidas sobretudo em áreas em que o habitat tenha sofrido com a utilização pelo Homem. 

Distribuição e Habitat

Grande diversidade de habitats, desde florestas, desertos, pradarias a zonas urbanas.

Zoo Imagem
 
Classe: Répteis
Ordem: Squamata
Família: Colubridae
Tamanho
Zoo Imagem
Comprimento: 130 cm
Peso
Zoo Imagem
1,3 kg
Apadrinhar
Apadrinhe a Serpente-rei-oriental
Apadrinhar um animal é um presente único para si ou para oferecer a alguém especial. A sua contribuição vai ajudar na manutenção e bem-estar do seu afilhado sortudo.
Saber mais
Zoo Imagem

SEO da página actual

Zoo Imagem TAGS: serpente , rei , oriental ,
DESCRIPTION: Serpente-rei-oriental. É uma das cerca de 10 subespecies conhecidas de Serpente-rei. Ha registo de exemplares com cerca de 2 metros de comprimento. Tem escamas lisas e brilhantes. A coloracao caracteristica e preta com riscas finas de cor creme/amarelo cl