01 de Fevereiro de 2021 / Conservação
Charles Darwin, do criacionismo à evolução
No dia 12 de fevereiro, celebra-se o nascimento de Charles Darwin, um homem que mudou o curso da história, que influenciou o pensamento científico da sua época.

A este britânico, nascido no ano 1809 em Shrewsbury, facilmente associamos o tema evolução. Muitos se lembrarão também de uma das suas obras mais relevantes “A Origem das Espécies por Meio da Seleção Natural”.

No início da sua vida Charles Darwin, acreditava no criacionismo e na imutabilidade das espécies, mas alterou a sua forma de pensar. Foram vários os fatores que para isso contribuíram, podendo destacar-se a viagem a bordo do Beagle que percorreu os “mares” do mundo, passando ao largo da América do sul, África, Austrália e Galápagos. Foi no arquipélago das Galápagos, que ocorreram algumas das observações cruciais para o desenvolvimento da teoria da evolução.

John Gould, que acompanhou Darwin na sua viagem, reparou que nas ilhas do arquipélago, os tentilhões apresentavam bicos e hábitos alimentares diferentes e consequentemente ocupavam nichos específicos. Devido a estas observações, Darwin percebeu que numa população existem diferenças entre os vários indivíduos (variabilidade interespecífica) e que quando era gerada descendência, podiam aparecer ainda mais variações do que as que já existiam na população. Esta observação foi muito importante para o desenvolvimento da teoria.

Foi também nesta época que Charles Lyell introduziu a lei do uniformitarismo, em que defendia que as mudanças geológicas tinham influência no planeta ao longo do tempo, de forma lenta e gradual. Darwin, na sua viagem, verificou a presença de fósseis de conchas de animais marinhos a grandes altitudes, onde o mar não poderia chegar. Esta observação terá suscitado questões sobre como as mudanças no ambiente poderiam levar às mudanças nas espécies.

Aquele que é considerado o pai da demografia, Thomas Malthus, também teve influência na teoria desenvolvida por Darwin. O economista, alertou para os fatores económicos e sociológicos existentes, e formulou uma teoria que defendia que no futuro, devido ao crescimento exponencial dos seres humanos, não haveria disponibilidade de alimentos suficiente para nos sustentar. Isto significava que indivíduos com menos recursos iriam ter a sua existência condenada.

Darwin usou o conceito de recursos limitados e aplicou-o às populações naturais. Assim tendo por base que o habitat natural condiciona a existência dos indivíduos na medida em que tem recursos finitos, como é o caso do alimento, abrigo, território, existirá uma competição intraespecífica, para a sobrevivência dos elementos dessa mesma população. Assim coloca-se a questão: quais vão sobreviver?

Darwin considerou que os que sobreviveriam, seriam aqueles que apresentavam características mais vantajosas e que os tornavam mais adaptados para sobreviver. Aqueles que estivessem mais adaptados ir-se-iam reproduzir com maior frequência e assim transmitir as suas características às novas gerações. As características que não permitissem uma adaptação favorável ao meio seriam gradualmente eliminadas das populações. 

Pela sua experiência pessoal, Darwin, criou e efetuou cruzamentos entre pombos, de forma a obter as características que pretendia. Estava assim a efetuar seleção artificial e considerou que no habitat natural deveria existir semelhante mecanismo, ao qual chamou Seleção Natural.
Esta teoria levantou muita polémica social, principalmente porque ia contra as doutrinas defendidas pela religião, Darwin foi alvo de sátiras e caricaturas, uma das quais o retratava como um ser em tudo semelhante a um chimpanzé.

Mesmo na atualidade, alguns darwinistas, muito mais defensores de Darwin, o cientista, do que da sua teoria completa, que incluía seleção natural, sentem necessidade de justificar a evolução como a busca pela perfeição, atribuindo um sentido mais espiritual à evolução, do que a vertente totalmente materialista defendida por Darwin.

Hoje em dia a seleção natural ainda não é totalmente aceite dentro e fora da comunidade científica, levando assim ainda a muita discussão.


Saiba mais sobre a Evolução, adaptações e comportamentos, nos nossos Diretos com o Biólogo a partir do Zoo – basta definir um lembrete e receberá o alerta quando o evento estiver a começar.
____

Subscreva o nosso Canal Youtube e Newsletter e conheça em primeira mão todas as novidades, promoções e recursos educativos do Zoo.
 
Zoo Imagem

SEO da página actual

Zoo Imagem TAGS: charles , darwin , do , criacionismo , a , evolucao ,
DESCRIPTION: No dia 12 de fevereiro, celebra-se o nascimento de Charles Darwin, um homem que mudou o curso da história, que influenciou o pensamento científico da sua época.