08 de Maio de 2019 / Aprender
ONU alerta para um milhão de espécies ameaçadas pela atividade humana
Esta segunda-feira foi divulgado um estudo das Nações Unidas que alerta que cerca de um milhão de espécies estão ameaçadas por ação da atividade humana. Este alerta vem reforçar a mensagem que o Jardim Zoológico transmite diariamente com o intuito de sensibilizar para a conservação das espécies e dos seus habitats.
 
O relatório apresentado pela ONU é uma atualização de um outro estudo datado de 2005 – “Millennium Ecosystem Assessment” – o primeiro grande relatório a nível mundial que chama à atenção para a problemática dos ecossistemas. Passados 14 anos, este relatório apresenta números ainda mais impressionantes, reforçando que, apesar da extinção ser um processo natural, o decréscimo das populações está a acontecer de forma cada vez mais descontrolada, o que é um motivo de alerta. Se analisarmos estes números em paralelo com a atividade humana ao longo dos anos, percebemos que estes estão intimamente relacionados.
 
A missão do Jardim Zoológico é a conservação das espécies alicerçada em dois pilares: a educação e a investigação. Por essa razão, assume o compromisso de traduzir a informação científica deste tipo de relatórios de forma a sensibilizar para a problemática, ao mesmo tempo que apresenta soluções, munindo os interlocutores de ferramentas para agir em prol da conservação das espécies. Esta sensibilização é por vezes demorada uma vez que é difícil compreender como é que a ação de indivíduos em Portugal pode influenciar o bem-estar de espécies que habitam do outro lado do mundo, como é o caso dos tigres na ilha de Sumatra. Os ecossistemas funcionam como um todo e estão interligados transferindo entre si matéria e energia pelo que as nossas ações diárias não só se refletem localmente, mas também nos ecossistemas em todo o mundo.
 
Quando o equilíbrio do ecossistema é quebrado reflete-se não apenas na extinção de espécies vegetais e animais, mas também no bem-estar humano.
 
Conclui-se que é urgente agir em prol da conservação da natureza de forma a reverter a tendência de extinção. A conservação poderá passar tanto por pequenas alterações individuais de comportamento como por ações em larga escala e donativos.

Como agir?
 
  • lembre-se de consumir menos, reutilizar e por fim fazer a separação de resíduos; 
  • enquanto consumidor, dar preferência a produtos biológicos e locais; 
  • recusar sacos e outros materiais de plástico; 
  • enquanto turista, avaliar com atenção as suas opções; 
  • fale sobre o assunto, é importante que a  mensagem de conservação crie ruído em torno da problemática. Deste modo é criada uma rede de indivíduos que atuam numa mesma direção. Essa mensagem pode ainda chegar a elementos decisores, como por exemplo um diretor de empresa, um diretor de uma escola, um presidente de junta ou municipais, que influenciados pela mensagem, poderão agir desenvolvendo medidas em massa; 
  • apoiar projetos, através da realização de donativos ou através da visita ao Jardim Zoológico. Estes valores revertem para o Fundo de Conservação do Jardim Zoológico utilizado para o apoio de projetos de conservação em habitat natural.
Zoo Imagem

SEO da página actual

Zoo Imagem TAGS: onu , alerta , para , um , milhao , de , especies , ameacadas , pela , atividade , humana ,
DESCRIPTION: Esta segunda-feira foi divulgado um estudo das Nacoes Unid, , , ,