25 de Agosto de 2021 / Animais
Lobo-ibérico avistado em Castelo Branco onde era dado como extinto
Após ter sido dado como extinto no distrito de Castelo Branco, onde não se registavam avistamentos desde 2004, o Lobo-ibérico foi novamente observado em dezembro de 2020 no concelho de Idanha-a-Nova.
 
À agência LUSA, Samuel Infante da Associação Ambientalista Quercus, refere que a partir dessa altura os indivíduos começaram a ser monitorizados por fotoarmadilhagem e por recolha de indícios para análise genética. Esta análise procura também estudar comportamento das populações selvagens e perceber se os indivíduos que têm surgido são “provenientes das populações a sul do Douro ou são oriundos de Espanha”.
 
Tendo em conta que a maior causa de extinção destes animais resulta do conflito com as populações locais impulsionado pela fragmentação e redução do seu habitat, Samuel Infante atribui o ressurgimento da espécie ao êxodo rural, do qual resulta uma baixa densidade populacional e, em consequência a oportunidade dos animais voltarem a povoar zonas onde já se teriam estabelecido no passado. O especialista aponta ainda o “regresso à região de espécies como o corço, o veado e o javali, presas naturais do lobo”, como mais um incentivo.
 
Com o reaparecimento do Lobo-ibérico nesta região é fundamental reforçar o trabalho de sensibilização para pôr termo a muitos mitos responsáveis pela perseguição da espécie no passado. Um dos mitos responsabiliza os lobos dos ataques a rebanhos, no entanto é hoje reconhecido que a maioria desses ataques são realizados por cães selvagens. O especialista reforça ainda que “se houver algum ataque, os proprietários devem reportá-lo de imediato às autoridades porque caso seja provado que foi o lobo, o Estado indemniza o proprietário”.
 
 
Fonte | LUSA
Zoo Imagem

SEO da página actual

Zoo Imagem TAGS: lobo , iberico , avistado , em , castelo , branco , onde , era , dado , como , extinto ,
DESCRIPTION: Após ter sido dado como extinto no distrito de Castelo Bran, , , ,